terça-feira, 29 de março de 2011

Boneco de Sal

Se você quer conhecer a Deus é preciso a decisão de se perder em Deus, despedaçar-se para emergir novamente cheio de convicções novas de quem você é e de quem Ele é, agora que o provou inteiramente. A vida cristã é um grande paradoxo. É dando que se recebe, é perdendo que se ganha. É deixando algo para trás, que o carneiro surge como a provisão necessária para não se matar um filho precioso. Submeter-se a Ele, exige total renúncia e entrega. É dissolver-se para estar junto à sua origem, mais do que nunca. Estar nEle, e Ele em você.
Hev

“Talvez uma estória dos mestres espirituais antigos nos esclareça o sentido da perda que produz um ganho. "Era uma vez um boneco de sal. Após peregrinar por terras áridas chegou a descobrir o mar que nunca vira antes e por isso não conseguia comprendê-lo. Perguntou o boneco de sal:" Quem és tu? E o mar respondeu:"eu sou o mar". Tornou o boneco de sal: "Mas que é o mar?" E o mar respondeu:" Sou eu". "Não entendo", disse o boneco de sal. "Mas gostaria muito de compreender-te; como faço"? O mar simplesmente respondeu: "toca-me". Então o boneco de sal, timidamente, tocou o mar com a ponta dos dedos do pé. Percebeu que aquilo começou a ser compreensível. Mas logo se deu conta de que haviam desaparecido as pontas dos pés. "Ó mar, veja o que fizeste comigo"? E o mar respondeu:"Tu deste alguma coisa de ti e eu te dei compreensão; tens que te dares todo para me compreender todo". E o boneco de sal começou a entrar lentamente mar adentro, devagar e solene, como quem vai fazer a coisa mais importante de sua vida. E na medida que ia entrando, ia também se diluindo e compreendendo cada vez mais o mar. E o  boneco continuava perguntando: "que é o mar". Até que uma onda o cobriu totalmente. Pode ainda dizer, no último momento, antes de diluir-se no mar: "Sou eu".  Desapegou-se de tudo e ganhou tudo: o verdadeiro eu.”
(Leonardo Boff, A Estória do Boneco de Sal)



6 comentários:

Sidney Menezes disse...

OIi pazz.. de fato o evangelho de Cristo é um loucura para os que perecem, mas para nós é a salvação.. gostei de mais do seu blog, hhaa.. muito obrigado por seguir o Iconoclastas do Evangelho, estou retribuindo o favor e promentendo novas visitas...

pazzz

Hev disse...

Grata, Sidney.
Também gostei demais do blog de vocês.
Paz ;]

Austri Junior disse...

Hev,
lindo post.
Parabéns pela escolha do texto.
Sempre que passo por aqui fico maravilhado com com vc...
O Boff é realmente fantástico, e vc muito mais ainda.
Bjs e Paz!

Hev disse...

Grata, Austri. Recordei desse texto esses dias quando lembrei das aulas do Prof. Marcos Azevedo. Ele o mencionou ao falar sobre submissão e obediêndia bem no inicio do curso. Abração querido!

celso silveira disse...

Conheci havpouco o blog. Tds posts são ótimos e dizem sobre o evangelho puro e simples, como Jesus quer..muito obd. Por favor continue

Hev disse...

que bom Celso. Que Ele nos oriente cada dia mais em Suas palavras. forte abraço

Postar um comentário